Terça-feira, 29 de Março de 2011
Cidadania LGBT
Parlamentares relançam frente por direitos homossexuais, com igualdade no acesso ao casamento civil para todos os cidadãos.
por Redação MundoMais

Deputados e senadores relançam nesta terça-feira (29) a Frente Parlamentar Mista pela Cidadania LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transexuais). O grupo buscará, segundo o deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ), a aprovação da união homoafetiva e do casamento entre pessoas do mesmo sexo. A refundação da frente parlamentar ocorre no mesmo momento em que começou a polêmica do imposto de renda gay, onde parlamentares evangélicos prepararam uma ofensiva para tentar acabar com a principal novidade na entrega da declaração da contribuição deste ano: a inclusão de parceiros do mesmo sexo como dependentes para fins de dedução fiscal.

Segundo a ABGLT (Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais), 171 parlamentares aderiram ao grupo. O convite para o evento é assinado pelos deputados Jean Wyllys (Psol-RJ), Manuela D'Ávila (PCdoB-RS),Erika Kokay (PT-DF),Fátima Bezerra (PT-RN),Janete Rocha Pietá (PT-SP),Artur Bruno (PT-CE) e Dra. Rosinha (PT-PR), e pelas senadoras Marta Suplicy (PT-SP), Marinor Brito (PSOL-PA) e Lídice da Mata (PSB-BA).

Estarão presentes no evento de lançamento a ministra da Secretaria de Direitos Humanos, Maria do Rosário, e o ministro do STJ (Superior Tribunal de Justiça) Benedito Gonçalves. Também confirmaram presença militantes dos direitos humanos da Argentina, país cujo Congresso aprovou em 2010 a igualdade no acesso ao casamento civil para todos os cidadãos.

O deputado e ex-BBB Jean Wyllys diz acreditar que haja uma fusão entre os conceitos de matrimônio (aquele sacramentado pela igreja) e de enlace civil. - Se hoje um casal pode se divorciar e, em seguida, partir, cada um, para novos casamentos, é porque o casamento civil não é da competência de igrejas nem religiões.

Facebook do MundoMais
Norma para comentários:
Acusações insultuosas e comentários em desacordo com o tema da matéria serão despublicados.
Comentários dos leitores (11)
OxjTvzIok23/08/2011 13:53
OxjTvzIok23/08/2011 13:53
Your article was ecxellnet and erudite.
Jesus disse: “Meu amor é mais forte.” A luz do Amor dissipa as trevas da culpa nos mantém firmes. Faz com que aceitemos o Amor de Deus por nós, nos mostra nosso amor por nós mesmos e nos obriga a procurar o amor do próximo. Mesmo com medo da rejeição, dos olhares severos, da dureza do coração de alguns – faz com que jamais desistamos de procurar o Amor. Não estamos sós. O mundo se transforma, e nós somos parte desta transformação. Os anjos nos guiam e nos protegem. Apesar de todas as injustiças, apesar de coisas que não merecemos acontecerem conosco, apesar de nos sentirmos incapazes de mudar o que está errado na gente e no mundo, o Amor ainda é mais forte, e nos ajudará a crescer. E só então seremos capazes de entender estrelas, anjos e milagres.
EM FRENTE30/03/2011 22:28
EM FRENTE30/03/2011 22:28
correção: "MAIORIAS SILENCIADAS"
EM FRENTE30/03/2011 22:24
EM FRENTE30/03/2011 22:24
Queridos internautas deste conceituado veículo de entretenimento, informação e, também, de formação de opinião. As lutas e as conquistas estão aí frutificando. Fico muito feliz em saber dessa Frente Parlamentar, pois não aguentamos mais exclusão por parte de todos so setores da sociedade. No entanto, devemos estar cientes de que as reações virão, em todos os sentidos e teremos que nos preparar para isso da melhor forma. Sem rebaixamentos, muito contrário, munidos de argumentos fortes para que a sociedade brasileira (infelizmente ainda atrasada no quesito de nosso direitos) saiba que não somos MINORIA e sim "MAIORIAS SILENCIDAS"! Tenho orgulho de ser gay (e assumido)!
De fato proponho desde já a idealização e confecção de um projeto da criação do Partido político LGBT, mas sem demora. E aí se ter tantos representantes desde o nível municipal ao nível da união, tantos quantos se queira ou possa eleger. Aposte nesta idéia, e já vai programando a sua filiação, qualificação de militância política que poderia oferecer e , contando-se as associações diversas que eventualmente estariam enganjadas.
OBSERVADOR30/03/2011 12:53
OBSERVADOR30/03/2011 12:53
Concordo com o Alex acho que alem de não votar nesses crápulas a frente parlamentar mista pela cidadania devia divulgar perto das eleições todos os parlamentares homofóbicos para não se votar em cretinos .
Leandro Araujo30/03/2011 0:27
Leandro Araujo30/03/2011 0:27
ja perceberam como esses evangelicos e religiosos fundamentalistas atrazam nossa vida? confesso que com a passar do tempo criei fobia a esse tipo de gente! eles n teem o que fazer! literalmente. sao um atrazo pra sociedade, n contribuem em nada! ontem hoje e sempre. so um recado! Nossos direitos virão cedo ou tarde! acredito que a uniao civil está próxima!
Joao -Ceara29/03/2011 15:23
Joao -Ceara29/03/2011 15:23
temos apenas deveres não é!! entao nao deviamos ter direitos iguais.. se nao temos direitos iguais, nao devemos ter devres, pago imposto, até mais que os heteros por que ganho bem mais;;;
Rafael Myranda-BA29/03/2011 14:05
Rafael Myranda-BA29/03/2011 14:05
Espero que a frente Evangelica que não tem nada de evangelico na atuação desse suposto religiosos cristão pois o Cristo Pregou o respeito e o amor a todos coisa que eles não vivem...creio que essa outra frente oposta a Frente Mista LGBT deveria ser chamada deFRH- Frente dos Regiosos Hipocritas....essa nomenclatura se encaixaria melhor com as atitudes que eles vivem.... Rafael Myranda Grupo Contra o Preconceito-BA Filiado ao Fórum Baiano LGBT
alex29/03/2011 11:11
alex29/03/2011 11:11
Os carrascos religiosos não vão deixar issso barato ( q vão para marte!). Se muitos inteligentes concordar comigo, caso os deputados homofóbicos ameaçarem os projetos LGBT mais do do já fizeram. Vou fazer campanha para os deputados fazerem leis q os homossexuais não pagem impostos ñ votem. Temos deveres , temos de ter direitos. Quero ver essa situação não mudar a favor dos direitos iguais.
Pablo - Dom Cavati29/03/2011 11:10
Pablo - Dom Cavati29/03/2011 11:10
Concordo plenamente com o deputado Jean, o ponto de vista dele pode parecer radical, noentanto essa é a realidade, as responsabilidades civis não são de competência da igreja, não queremos homens entrando em igrejas vestidos de noivas ou mesmo afrontar as frentes religiosas (se é que é isso que eles temem), queremos um direito que é nosso enquanto cidadãos, direitos de legalmente e oficialmente morarmos juntos com a pessoa que escolhemos e amamos... Bola pra frente Gean vc é o máximo, precisamos de pessoas como vc no poder, que façam a diferença pra valer!!! Parabéns!!!
Faça seu comentário!
Nome

Faça seu comentário:

LEIA TAMBÉM
LEIA MAIS
22/07/2014 NOTíCIAS » Como podemos (e devemos) agir diante de uma traição? Descubra!
22/07/2014 CINEMA » Pai da computação (e gay) ganha filme em que mostra genialidade na 2ª Guerra Mundial.
21/07/2014 NOTíCIAS » Marcelo Adnet faz sátira e exibe primeiro beijo hétero em novela gay.
21/07/2014 NOTíCIAS » Modelo canadense chama atenção pelo belo corpo e rosto tatuados. Vem ver!
18/07/2014 NOTíCIAS » Macedônia aprova lei que proíbe o casamento gay.
18/07/2014 SAúDE » Entenda como o aeróbico em jejum (AEJ) pode ajudá-lo a emagrecer.
17/07/2014 NOTíCIAS » Ex-Menudo aparece bombado e cantando Madonna em vídeo viral. Vem ver!
17/07/2014 NOTíCIAS » Jogador de rúgbi suspenso por homofobia tem encontro com time gay.
Twitter
Facebook
© Copyright 2013 MundoMais. Todos os direitos reservados.