Quinta-feira, 15 de Março de 2012
SP
Chegando lá
Órgão para combater a homofobia é aprovado por unanimidade, em Araraquara.
por Redação MundoMais

Heloísa Gama fala durante a sessão.Heloísa Gama fala durante a sessão.

A Prefeitura de Araraquara vai criar, nos próximos dias, a Assessoria Especial de Políticas para a Diversidade Sexual. O projeto de lei foi aprovado nesta terça-feira (13) pelos vereadores da cidade, por unanimidade.

O ex-assessor de projetos no Orçamento Participativo, Paulo Tetti, será nomeado para coordenar o órgão, vinculado à Secretaria de Governo. A assessoria tem como objetivo desenvolver programas específicos de combate à discriminação e à violência homofóbica, protegendo a garantia dos direitos humanos.

Estiveram presentes na sessão a coordenadora de Políticas Públicas para a Diversidade Sexual do Estado de São Paulo, Heloisa Helena Cidrin Gama Alves, e a assistente técnica, Deborah Malheiros. Posso estar errada, mas não me lembro de nenhuma cidade no Estado que tenha um órgão semelhante, aprovado por projeto de lei no Legislativo. Araraquara está fazendo história, elogiou a coordenadora.

Pelas estimativas de Heloisa, 10% da população é GLBT, mas o número real só será descoberto com a divulgação do detalhamento do Censo de 2010. Pelo levantamento da coordenadora, apenas 10 dos 645 municípios paulistas têm assessorias especiais como a criada ontem.

Vai chegar o dia em que as cidades não precisem mais de assessorias ou órgãos que defendam a minoria, pois essas minorias serão maioria e a população como um todo aprenderá a se respeitar, completou a assistente técnica Déborah Malheiros.
Norma para comentários:
Acusações insultuosas e comentários em desacordo com o tema da matéria serão despublicados.
Comentários dos leitores (11)
anonimo22/03/2012 2:03
anonimo22/03/2012 2:03
bebedouro kkkkkk eu tenho que rir a ong daqui mais paresse parque de diverção do que respeito e outra a homofobia aqui ja comessa pelos proprios homosexuais e pela propria policia ajudar ong daqui esquessa por que nem isso fas trabalho aqui para um homo não tem jorge luis não cressa acima de uma coisa que nem existe
Que bom! progresso mesmo.Quem sabe a partir de leis municipais e estaduais o nosso país não oficializa leis federais.Sinto me muito grato pelos avanços.
Jorge Luis17/03/2012 18:42
Jorge Luis17/03/2012 18:42
Em Bebedouro sp já temos a Lei que combate a homofobia votada pelos vereadores da cidade desde 2011.
SERGIO PARA KAKA17/03/2012 15:59
SERGIO PARA KAKA17/03/2012 15:59
POR CURIOSIDADE, QUAL SUA INTENÇÃO DE QUERER SABER A FORMAÇÃO ACADEMICA DO IVAN?
leco17/03/2012 15:35
leco17/03/2012 15:35
Parabéns ,édessa forma que vamos conseguir ser considerados na sociedade, é uma sercretaria dos LGBT aqui e outra ali, é um juiz que da direito de adoção aqui e outro ali, éum casamento feito aqui e outro ali,é um deputado gay sendo eleito aqui e outro ali, é parada gay pra tudo que lado etc. que daqui apouco o legislativo também vai nos entender e aprovar varios projetos que estão eprrados por falta de puro conhecimento .
Nando...16/03/2012 10:45
Nando...16/03/2012 10:45
Antes tarde do que nunca....porém colocar um projeto desta natureza não é tão simples assim...há de se ter muitas discussões e envolve coisas do arco da véia, inclusive o retrocesso de algumas religiões....se Deus pregou tanto o amor...independe qual forma...o importante é amar.... e ser feliz...quando dá é claro....
kyle16/03/2012 4:21
kyle16/03/2012 4:21
Araraquara tem 210 mil habitantes, mas o incrível desta cidade é que essas coisas só acontecem em ano político
Kaka15/03/2012 22:53
Kaka15/03/2012 22:53
Ivan qual sua formação acadêmica?
Ivan15/03/2012 20:45
Ivan15/03/2012 20:45
Apesar de insistirmos em um estado laico onde as religiões não se oponham às decisões do governo, é comum vermos os belos crucifixos da igreja católica representado a paz e a justiça nesses locais onde se fazem as leis. Parabéns à cidade de Araraquara, embora considerada pequena, mas grande e avançada na luta pela minoria discriminada. Temos que entender e aceitar que os gays são minoria, até quando muitos sairem do armário e a sociedade realmente ver que somos, também maioria, como frisa Débora Malheiros.
segundo15/03/2012 20:27
segundo15/03/2012 20:27
SEGUNDÍSSIMO. Só acho que essa história de compartimentar (olha só...) o respeito ao ser humano tá virando um modismo desnecessário. Bastava que se cumprisse a lei que já existe, e tá no código penal.... Mais nada.
PRIMEIRO15/03/2012 16:56
PRIMEIRO15/03/2012 16:56
PRIMEIRÍSSIMO!!!!!!!!!!!!!!!!
Faça seu comentário!
Nome

Faça seu comentário:

LEIA TAMBÉM
LEIA MAIS
01/09/2014 NOTíCIAS » Homem nega ser atendido por funcionária trans e se depara com gerente e policial gays.
01/09/2014 NOTíCIAS » Colômbia aprova adoção de crianças por casais gays desde que um seja o pai biológico.
29/08/2014 NOTíCIAS » Novo App brasileiro de namoro apresenta só amigos de amigos.
29/08/2014 NOTíCIAS » Saiba o que os candidatos à presidência se propõem a fazer (de fato) para os LGBT.
28/08/2014 NOTíCIAS » Pela primeira vez, Justiça condena procurador que se dizia skinhead na internet.
28/08/2014 NOTíCIAS » Após postar foto dançando balé, Ghilherme Lobo é questionado se é gay e surpreende na resposta.
27/08/2014 NOTíCIAS » Emerson Marcellino, candidato a deputado estadual, fala sobre suas propostas para o grupo LGBT.
27/08/2014 NOTíCIAS » Luciana Genro afirma que homofobia e transfobia matam, em debate com presidenciáveis.
Pedro
Twitter
Facebook
© Copyright 2013 MundoMais. Todos os direitos reservados.